MUSEU DA VIDA ROMÂNTICA

MUSEU DA VIDA ROMÂNTICA



O Museu da Vida Romântica não é conhecido do grande público! Mas se você está em Paris para celebrar sua lua de mel, aniversário de casamento ou simplesmente quiser descobrir a atmosfera , não deixe de visitá-lo.
O pavilhão principal, construído em 1830, foi a base em Paris do pintor holandês Ary Scheffer (1795-1858) um dos artistas proeminentes da época, próximo ao rei Louis-Philippe e sua família

Durante décadas Scheffer e sua filha hospedavam ás sexta-feiras à noite, salões, entre os mais famosospintado no quadro La Nouvelle Athènes.
George Sand (1804-1876) costumava vir também, assim como Frederic Chopin Eugène Delacroix , Jean Auguste Dominique Ingres , Alphonse de Lamartine , e a cantora Pauline Viardot .

No final do século, Charles Dickens , Ivan Turgueniev , e Charles Gounod participaram regularmente.

A propriedade permaneceu em mãos de particulares por descendência até que se tornou um museu em 1982, sob o nome de "Musée Renan-Scheffer" .

Agora é propriedade da cidade de Paris e representa um dos três 'museus literários, juntamente com a Maison de Balzac e a Maison de Victor Hugo . Após uma extensa renovação conduzida por Jacques Garcia , sob a direção de Brem de Anne-Marie, reabriu em 1987 como "Musée de la Vie Romantique". Daniel Marchesseau , conservateur général du Patrimoine, foi nomeado diretor em novembro de 1998.
Ele desenvolveu um ambicioso programa de exposições e de aquisições.
O museu exibe no primeiro andar numerosos objetos de George Sand ,incluindo retratos de família, objetos domésticos, suas jóias e objetos.
No segundo andar, pode-se admirar uma série de pinturas românticas, esculturas e objetos de arte.
Pinturas de Ary Scheffer incluem retratos de Pauline Viardot, a rainha Marie-Amélie, de Princesse Joinville, Marie d'Orléans, bem como Faust e Marguerite , Effie Deans.

Obras de seus contemporâneos incluem François Bouchot ( Maria Malibran ), Louis Hersent , Charles Durupt, François Debon , Bra Théophile , David d'Angers , François-Désiré Froment-Meurice , Redouté ...
Ele também detém vários retratos e material ligado ao famoso estudioso e escritor Ernest Renan , que havia se casado com a sobrinha de Ary Scheffer.
Depois da visita,aproveite do jardim e do salão de chá, aberto de abril a outubro
O museu está aberto diariamente, exceto segunda-feira.
Coleções permanentes são gratuitas.

Uma taxa de admissão é cobrado para exposições temporárias.

As estações mais próximas de metrô são Pigalle , Blanche , Saint-Georges e Liège .

  Musée de la Vie romantique Hôtel Scheffer-Renan
16 rue Chaptal - 75009 Paris Tél. : 01 55 31 95 67 Fax. : 01 48 74 28 42
Aberto todos os dias, das 10 h às 18h , exceto segundas e feriados.


     
    Réactions :